África do Sul lembra Desmond Tutu

África do Sul lembra Desmond Tutu
Direitos de autor Shiraaz Mohamed/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As homenagens e tributos ao arcebispo repetem-se por todo o país

PUBLICIDADE

Na África do Sul, vários eventos estão a ser planeados para homenagear a vida de Desmond Tutu.

Na Cidade do Cabo, centenas de pessoas deixaram flores junto à Catedral de São Jorge, onde o arcebispo e Nobel da Paz pediu a todos os sul-africanos para trabalharem juntos contra o apartheid.

Homenagens também no Soweto, a cidade perto de Joanesburgo que se tornou num símbolo da repressão . Ali, as missas nas igrejas são acompanhadas por cânticos e danças nas ruas.

Desde esta terça-feira e até ao próximo domingo, os sinos da Catedral vão dobrar ao meio dia, durante 10 minutos, para lembrar uma das figuras mais marcantes do país.

Tutu trabalhou contra o regime que oprimiu a maioria negra do país. Depois do fim do apartheid, em 1994, quando a África do Sul se tornou uma democracia, presidiu à Comissão de Verdade e Reconciliação que documentou as atrocidades e procurou promover a reconciliação nacional.

O arcebispo também se tornou um dos líderes religiosos mais proeminentes do mundo a defender os direitos LGBTQ.

Tutu morreu pacificamente, no domingo, na Cidade do Cabo, com 90 anos de idade.

O funeral realiza-se no próximo sábado, dia 1 de janeiro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Semana de luto por Desmond Tutu

Sul-africanos lembram Nobel da Paz Desmond Tutu

África do Sul prepara despedida de Desmond Tutu, o arcebispo com "espírito universal"