This content is not available in your region

Áustria anuncia alívio de restrições

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Áustria anuncia alívio de restrições
Direitos de autor  AP Photo

Milhares de austríacos manifestaram-se, este sábado, em Viena contra a obrigatoriedade de vacinação contra a Covid-19.

Apesar de ser um protesto pacífico registaram-se alguns tumultos, levando as forças de segurança a recorrer a gás pimenta. De acordo com a polícia de Viena, pelo menos 10 mil pessoas participaram na manifestação. Algumas foram multadas por violação das restrições contra a Covid-19, pois não usavam máscaras.

Os protestos ocorreram a poucas horas do anúncio do Governo austríaco do alívio das restrições contra o coronavírus no país. O Executivo informou que vai alargar o horário de abertura dos restaurantes, duplicando o limite do número de pessoas permitidas nos eventos e facilitando o acesso ao comércio para as pessoas não vacinadas.

Mais a leste, a Rússia registou mais de 110 mil novos casos de infeção por Covid-19 num único dia, um novo recorde desde o início da pandemia.

A variante Ómicron espalha-se velozmente pelo país, em especial nas escolas

Num hospital de Moscovo, "cerca de cinquenta por cento das crianças hospitalizadas têm entre 0 e 4 anos. Apresentam uma temperatura elevada, mas esta temperatura baixa em dois ou três dias. Elas estão praticamente livres de pneumonia", refere a médica Elena Makeeva.

Em algumas regiões do país, o ensino volta a ser a distância e acelera-se a vacinação dos jovens entre os 12 e os 17 anos.