Tempestade Eunice arranca parte do telhado da O2 Arena em Londres

Tempestade Eunice arranca parte do telhado da O2 Arena em Londres
Direitos de autor AP Photo/Matt Dunham
De  euronews com lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ventos fortes danificaram parte da estrutura de uma das principais salas de espetáculos do Reino Unido

PUBLICIDADE

Pelo menos oito pessoas morreram na sequência da tempestade Eunice, que está a assolar o norte da Europa com ventos fortes, tendo já derrubado árvores, cancelado viagens de comboio e arrancado parte do telhado do O2 Arena, em Londres.

Uma mulher de 30 anos morreu em Londres, no Reino Unido, quando uma árvore caiu sobre um automóvel, disse a polícia.

Hoje, o presidente da câmara de Londres, Sadiq Khan, pediu à população para que não saísse de casa.

“Peço a todos os londrinos que fiquem em casa, não corram riscos e evitem viajar a não ser que seja absolutamente essencial”, adiantou em comunicado, depois de os serviços de meteorologia britânicos terem estendido o “alerta vermelho” para sudeste de Inglaterra, que havia sido estabelecido na quinta-feira para as zonas costeiras da Grã-Bretanha.

O serviço de meteorologia do Reino Unido adiantou que uma rajada de vento de 196 quilómetros por hora, considerada a mais forte já registada em Inglaterra, foi detetada na Ilha de Wight, quando a tempestade varreu o sul do país.

A tempestade provocou grandes perturbações nas viagens na Grã-Bretanha, encerrando o porto de Dover no Canal da Mancha e pontes que ligam Inglaterra ao País de Gales, parando também a maioria dos comboios que entram e saem de Londres.

Na Irlanda, no condado de Wexford, um funcionário do governo local morreu enquanto tratava de uma ocorrência relacionada com uma queda de árvore, disse o conselho daquela localidade.

Também na Irlanda mais de 80.000 residências e empresas encontram-se hoje sem eletricidade e as autoridades aeroportuárias de Cork e Dublin informaram que cancelaram voos transatlânticos e em rotas para o Reino Unido e Europa continental, enquanto outras estão com atrasos significativos.

Os ‘ferries’ também foram forçados durante o dia a cancelar várias travessias para portos no Reino Unido, França e Espanha, devido aos ventos fortes e às más condições do mar.

O sistema de alerta climático da Alemanha (conhecido como Storm Zeynep) avança com ventos fortes para Bélgica, Países Baixos e Dinamarca, além do território germânico.

Nos Países Baixos, os bombeiros indicaram que três pessoas morreram por quedas de árvores em Amesterdão.

Na Bélgica, um idoso morreu quando ventos fortes o empurraram para um canal em Ypres. As autoridades policiais disseram que o homem foi socorrido rapidamente, mas viria a falecer.

A tempestade Eunice é a segunda a atingir a Europa esta semana, com a primeira a ter provocado a morte a pelo menos cinco pessoas na Alemanha e na Polónia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tempestade Meari atinge o Japão

Eunice "vai ficar na história"

Tempestade Eunice atravessa a Europa: Alerta vermelho no Reino Unido