This content is not available in your region

Zelenskyy relembra que sanções económicas não chegam

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Zelenskyy relembra que sanções económicas não chegam
Direitos de autor  AP Photo/Emilio Morenatti

As imagens de destruição em bairros residenciais de Kiev vão-se multiplicando. Mas se o medo generalizado for o efeito pretendido, o presidente ucraniano, agora já sem fato e gravata, é o primeiro a dizer que fica onde está.

Quero dizer a todos os cidadãos da Federação Russa que saíram às ruas para protestar: nós vimos. Vocês ouviram-nos. Vocês começam a confiar em nós. Lutem por nós. Lutem contra a guerra.
Volodymyr Zelenskyy
Presidente da Ucrânia

"Os ataques da Rússia prosseguem com a expetativa de que as nossas forças se cansem. Mas ninguém está cansado. A defesa ucraniana está a proteger os nossos céus, tanto quanto possível. Os aviões inimigos estão a atacar zonas residenciais, incluindo na capital. Kiev acordou com explosões violentas, com bombardeamentos, casas em chamas... Tudo isto evoca os ataques à nossa capital que tiveram lugar em 1941", declarou Volodymyr Zelenskyy.

O presidente repetiu que nada disto vai cessar enquanto o Ocidente se ficar por sanções económicas. Entretanto, louva o heroísmo dos jovens ucranianos que defendem o país. Mas não só.

"Quero dizer a todos os cidadãos da Federação Russa que saíram às ruas para protestar: nós vimos. Vocês ouviram-nos. Vocês começam a confiar em nós. Lutem por nós. Lutem contra a guerra", concluiu.