This content is not available in your region

Moldávia e Geórgia pedem para entrar na UE

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Moldávia e Geórgia pedem para entrar na UE
Direitos de autor  AFP

A Moldávia solicitou, esta quinta-feira, a entrada na União Europeia, seguindo os passos da Ucrânia e da Geórgia, também antigas repúblicas soviéticas.

O pedido foi assinado pela presidente moldava, Maia Sandu, um dia após a visita do chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, a Chisinau.

Sandu sublinhou que os moldavos querem "viver em paz, democracia e prosperidade, fazendo parte do mundo livre" ...

O pedido de adesão da Moldávia acontece no mesmo dia em que, também, a Geórgia solicitou formalmente a adesão ao grupo dos 27.

O Governo liderado por Irakli Garibachvili sublinhou que entrar na União Europeia é um objetivo estratégico para Tbilissi e que a Geórgia poderá contribuir para a proteção e desenvolvimento do bloco.

As candidaturas das duas antigas repúblicas soviéticas ocorre depois do presidente francês, Emmanuel Macron, ter advertido que após a Ucrânia, a Moldávia e a Geórgia seriam o próximo objetivo militar do presidente da Rússia, Vladimir Putin.

Para entrarem na União Europeia, é necessária a unanimidade dos 27 Estados-membros e os novos países terão de cumprir critérios que têm em conta o respeito pelos Direitos Humanos, a estabilidade económica ou o nível de corrupção.