This content is not available in your region

Com as tropas russas à porta, Kiev refugia-se nos subterrâneos

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Com as tropas russas à porta, Kiev refugia-se nos subterrâneos
Direitos de autor  @DI_UKRAINE

Os tanques russos estão cada vez mais próximos de Kiev. Alguns são travados, como mostram imagens divulgadas pelo Ministério da Defesa ucraniano, mas outros atingem o objetivo de cercar a capital onde se teme a mãe de todas as batalhas desta guerra.

Fonte militar ucraniana disse à AFP que os soldados combateram intensamente toda a noite para manterem o controlo do último troço de autoestrada até à capital, principal porta de entrada na cidade.

Enquanto soldados ucranianos tentam travar tanques russos e recuperam as munições abandonadas, outros tanques russos atingem o limite nordeste de Kiev.

O Ministério da Defesa russo divulgou imagens de helicópteros que lançam ataques aéreos, que provocam pesados danos ao exército ucraniano. Kiev acusa Moscovo de atacar hospitais e zonas residenciais. A Organização Mundial de Saúde (OMS) confirma pelo menos 18 ataques contra instalações de saúde, trabalhadores da saúde e ambulâncias. A Rússia nega; Zeleskyy acusa:

"As tropas russas já criaram uma catástrofe humanitária na Ucrânia. Isto faz parte do seu plano. Querem humilhar o nosso povo para que implorem de joelhos por pão e água das mãos dos invasores. Para que os ucranianos só possam salvar as suas vidas indo para territórios ocupados ou para a Rússia. É por isso que estão a bloquear Mariupol, é por isso que estão a bloquear Volnovakha, e bloqueiam outras cidades".

O terror de outras cidades já paira sobre Kiev. Centenas de milhares de pessoas tremem na capital sempre que se ouvem as sirenes. As ruas ficaram desertas; as caves e subterrâneos encheram-se de civis.

O município de Kiev estima que cerca de metade dos 3,5 milhões de habitantes tenha fugido, o que poderá significar que mais de 1,5 milhões de pessoas estarão ainda na cidade.