This content is not available in your region

Rússia bombardeia oeste da Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Rússia bombardeia oeste da Ucrânia
Direitos de autor  Anadolu

A investida russa na Ucrânia continua por terra e por ar. O exército da Rússia avança em território ucraniano. A guerra que surpreendeu pela resistência do exército da Ucrânia e pelas falhas logísticas das forças russas conta agora dezasseis dias. Esta sexta-feira os bombardeamentos atingiram duas cidades do oeste da Ucrânia.

Na manhã de 11 de Março, as armas de alta precisão de longo alcance visavam as infra-estruturas militares da Ucrânia. Os aeródromos militares em Lutsk e Ivano-Frankivsk ficaram fora de serviço.
Igor Konashenkov
porta-voz do Ministério da Defesa russo

De acordo com as imagens de satélite, uma grande caravana russa dispersou-se, mas a defesa norte-americana disse que as forças russas estão a aproximar-se de Kiev. Os satélites mostram uma enorme destruição em vários locais atacados por tropas russas.

Os russos já controlam uma grande parte da zona sul do país (a costa do Mar Negro), do leste e do norte. A cidade de Mariupol está cercada de todos os lados. As tropas russas estão a um passo de Kiev, a capital, onde os combates se arrastam há dias.

Os que ficaram para trás para combater juntamente com voluntários que não fugiram de Kiev, escavaram trincheiras nos principais pontos de entrada da cidade para fazer frente ao exército russo - que pode lançar um ataque a qualquer momento.