Irão reivindica ataque no Curdistão iraquiano

Ataque com mísseis ocorreu perto do consuldado dos EUA
Ataque com mísseis ocorreu perto do consuldado dos EUA Direitos de autor euronews
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Guarda Revolucionária do Irão diz que bombardeamento no Iraque é retaliação a ataque de Israel na Síria que matou dois iranianos

PUBLICIDADE

A Guarda Revolucionária iraniana reivindicou a autoria dos ataques com mísseis que atingiram, no domingo, a cidade de Erbil, no Curdistão iraquiano.

De acordo com as autoridades locais, 12 mísseis balísticos atingiram o aeroporto da cidade e a área que circunda o consulado dos Estados Unidos da América sem causarem vítimas.

O exército ideológico da República Islâmica do Irão afirmou, num comunicado publicado na internet, que o bombardeamento é uma retaliação a um ataque perpetrado por Israel, na semana passada, na Síria, que matou dois iranianos.

O ataque marca o escalar das tensões entre Washington e Teerão. A Casa Branca condenou o ato afirmando ter sido um ataque injustificado a residências de civis.

O Governo do Iraque condenou o bombardeamento, considerando-o como uma clara "violação do direito e das normas internacionais" e exigiu uma explicação ao Governo iraniano.

Também França condenou "com a maior firmeza" a ação da Guarda Revolucionária do Irão.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Estados Unidos lançam ataque maciço contra milícias no Iraque e na Síria

Embaixada dos Estados Unidos em Bagdade atacada com rockets

Da celebração ao horror, casamento acaba com mais de uma centena de mortes no Iraque