Roman Abramovich teve sintomas de envenenamento

Roman Abramovich teve sintomas de envenenamento
Direitos de autor Matt Dunham/Copyright 2018 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Matt Dunham/Copyright 2018 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews com EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Oligarca russo e dois negociadores ucranianos não correm risco de vida

PUBLICIDADE

O oligarca russo Roman Abramovich e dois negociadores ucranianos sofreram sintomas de um possível “envenenamento”.

Segundo a notícia avançada pelo Wall Street Journal, depois de uma reunião na capital ucraniana, o proprietário do Chelsea e pelo menos dois membros da equipa de negociadores ucranianos apresentaram sintomas suspeitos.

Os sintomas, que apareceram nos três casos, foram olhos vermelhos, constantes e irritantes lágrimas e descamação da pele das mãos e do rosto. O jornal atribui o possível ataque a "elementos radicais em Moscovo" que tentaram boicotar estas negociações. Apesar dos sintomas, nenhum dos envolvidos corre risco de vida. 

Abramovich viajou entre Lviv, Moscovo e outras capitais nos seus esforços de mediação entre os governos russos e ucraniano, e embora se tenha encontrado com Volodimir Zelensky, o presidente ucraniano não foi afetado, confirmou o seu porta-voz ao jornal.

As “fontes próximas" citadas pelo Wall Street Journal revelaram que é difícil determinar se o possível envenenamento foi causado por um agente químico ou biológico, ou por radiação eletromagnética.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Filhos de Abramovich têm nacionalidade lituana, confirmam autoridades

Abramovich alvo de sanções no Reino Unido

Biden promete que pacote de ajuda militar e financeira à Ucrânia chegará "rapidamente"