This content is not available in your region

Confrontos na Suécia

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Quatro carros da polícia de Örebro foram incendiados
Quatro carros da polícia de Örebro foram incendiados   -   Direitos de autor  Photo : Kicki Nilsson/TT via AP

As autoridades da Suécia estão a preparar-se para novos confrontos violentos após vários motins que ocorreram na cidade de Örebro, no centro do país.

Os confrontos com a polícia local ocorreram, na sexta-feira, no dia anterior a uma manifestação do Hard Line, um partido de extrema-direita.

12 agentes ficaram feridos e quatro veículos da polícia foram incendiados.

O vice-chefe de Polícia de Örebro, Fredrik Becker, classificou os últimos acontecimentos de "terrivelmente trágicos". A violência e vandalismo demonstram o "desrespeito" pelas autoridades e "afetou a capacidade da polícia da cidade para proteger os direitos constitucionalmente inscritos".

A manifestação organizada por Rasmus Paludan, líder do partido de extrema-direita, recebeu a aprovação das autoridades que a justificaram com a liberdade de expressão.

Nos últimos dias, protestos violentos surgiram em várias cidades suecas, incluindo o subúrbio de Rinkeby, em Estocolmo, depois que Paludan ter queimado uma cópia do Alcorão.