Comandante-chefe da marinha russa reúne-se com tripulação do "Moskva"

Cerimónia religiosa em memória do "Moskva"
Cerimónia religiosa em memória do "Moskva" Direitos de autor AP/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor AP/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Altas patentes da marinha russa reúnem-se com tripulação do "Moskva"; residentes de Sevastopol prestam homenagem às vítimas do naufrágio

PUBLICIDADE

O comandante-chefe da marinha russa, Nikolay Yevmenov, acompanhado por outros oficiais, avistou-se no sábado com elementos da tripulação do navio de guerra "Moskva" afundado na quinta-feira passada.

Forças ucranianas afirmam que o navio foi atingido por mísseis enquanto Moscovo nega o ataque afirmando que teria ocorrido uma explosão de munições a bordo.

Residentes locais reuniram-se em Sevastopol, na península da Crimeia na sexta-feira para prestarem uma última homenagem às vítimas do naufrágio que reduziu a capacidade militar russa no Mar Negro.

Um antigo capitão da marinha, Sergey Gorbachev, discursou em frente ao monumento que assinala a constituição da marinha russa em 1696.

O navio de guerra tinha um tripulação de cerca de 500 homens. 

A Ucrânia afirma ser provável que se tenham registado fatalidades; a Rússia contudo não revelou quaisquer detalhes a este respeito.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Moskva" foi mesmo afundado por mísseis ucranianos

Avanço da guerra na Ucrânia

Crimes de guerra na Ucrânia começam a ser confirmados até agosto