This content is not available in your region

ONU prepara plano de evacuação de Mariupol

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Ucrânia
Ucrânia   -   Direitos de autor  Emilio Morenatti/Associated Press.

Depois de passar a manhã a ver de perto a destruição das cidades nos arredores da capital ucraniana, o secretário-geral da ONU encontrou-se na tarde desta quinta-feira com o presidente Volodymyr Zelenskyy. No final do encontro, António Guterres voltou a dizer que a prioridade é retirar os civis da fábrica Azovstal em Mariupol.

"Durante a minha visita a Moscovo, o presidente Putin concordou com o envolvimento das Nações Unidas e do Comité Internacional da Cruz Vermelha na retirada de civis da fábrica Azovstal, em Mariupol. Hoje, o presidente Zelenskyy e eu tivemos a oportunidade de abordar esta questão”, disse Guterres. O secretário-geral da ONU garantiu que neste momento “há intensas discussões para avançar com esta proposta e para a tornar uma realidade".

Na resposta, Volodymyr Zelenskyy disse que a Ucrânia está pronta para negociações imediatas sobre a retirada de pessoas de Azovstal, e para assegurar a implementação de quaisquer acordos alcançados. “Esperamos também que haja uma atitude humana por parte da Rússia em relação a estas pessoas. Esperamos que esta missão do secretário-geral seja eficaz. Estamos prontos para apoiar estes esforços", garantiu o presidente da Ucrânia.

As Nações Unidas lembram que a população de Mariupol precisa de ajuda urgente “porque não consegue sair nem ter acesso a comida e bens essenciais”. Uma representante da organização na Ucrânia disse esta quinta-feira que há esperança numa operação bem-sucedida.