This content is not available in your region

OMS estuda resposta portuguesa à Covid-19 para combater futuras pandemias

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Pessoas circulam em Lisboa usando máscara contra a Covid-19
Pessoas circulam em Lisboa usando máscara contra a Covid-19   -   Direitos de autor  AP Photo/Armando França/Arquivo

A Organização Mundial da Saúde (OMS) quer avaliar e reforçar a resposta a emergências de saúde pública nos estados-membros das Nações Unidas, e Portugal é o primeiro país europeu a ser visitado no âmbito deste projeto.

A OMS considera que as autoridades portuguesas fizeram um grande trabalho na luta contra a covid-19 e podem ser um exemplo de boas práticas para os outros países.

À margem do encontro no Infarmed, que serviu para marcar a chegada dos peritos, o Secretário de Estado Adjunto e da Saúde revelou que o país vai partilhar "experiências a diferentes níveis”. Para António Lacerda Sales, Portugal pode partilhar “grandes evoluções como a transição digital, o sistema de vacinação e a saúde pública e como atuou a todos os níveis".

A Organização Mundial da Saúde diz que apesar da situação estar mais calma, é preciso continuar em alerta. Gerald Rockenschaub, diretor- regional de Emergências da OMS, sublinha a necessidade de "continuarmos vigilantes para sermos capazes de identificar novas variantes que possam aparecer e também para manter os níveis de imunização”

Durante a visita a Portugal, os peritos internacionais vão desenvolver grupos de trabalho com várias instituições e visitas às regiões do Norte, Lisboa e Vale do Tejo e Algarve. As conclusões serão apresentadas na Assembleia Mundial da Saúde.