Grand Slam de Tbilisi: lenda viva do judo Lasha Shavdatuashvili conquista ouro

Lasha Shavdatuashvili -
Lasha Shavdatuashvili - Direitos de autor International Judo Federation
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em -81kg, o sul-coreano Joonhwan Lee fez uma estreia memorável no circuito mundial de judo, ao derrotar na final o favorito a competir em casa, Tato Grigalashvili.

PUBLICIDADE

Segunda jornada do Grand Slam de Tbilisi, na Geórgia, um dia repleto de ação e momentos inesquecíveis de judo.

Em -63kg, a jovem Inbal Shemesh, de Israel, esteve na sua melhor forma e apostou numa só técnica para superar cada uma das adversárias, a caminho da sua primeira final num Grand Slam. No combate pelo ouro, defrontou a veterana brasileira Ketleyn Quadros e executou o derradeiro tani-otoshi, que lhe valeu a medalha de ouro.

A diretora de Eventos da Federação Internacional de Judo (FIJ), Lisa Allan, apresentou as medalhas.

De facto, aprecio muito o público na assistência. Apoiaram-me todo o dia e acho que gostam de técnicas de projeção e ura-nage. Gosto de sentir-me apoiada.
Inbal Shemesh

Nos -73kg, o georgiano atual campeão mundial e campeão olímpico de 2012, Lasha Shavdatuashvili, levou o público da casa ao rubro. Na final contra Ken Oyoshi, o adversário japonês empatou o resultado a segundos do fim mas rendeu-se depois ao golpe de pernas da lenda do judo georgiano.

O judoca foi condecorado pelo presidente da Federação de Judo da Geórgia, Giorgi Atabegashvili.

Obviamente, cada vitória significa muito para mim. Seja nos olímpicos ou nos mundiais, todas são importantes. É uma sensação incrível subir ao pódio, ver que os treinos valeram a pena, e vencer em casa.
Lasha Shavdatuashvili

A neerlandesa Sanne Van Dijke conquistou o ouro na categoria de -70kg, alcançando uma vitória tática sobre Ai Tsunoda Roustant, de Espanha.

A judoca foi premiada pelo diretor de Educação e Treinos da FIJ, Mohammed Meridja.

Em -81kg, o sul-coreano Joonhwan Lee fez uma estreia memorável no circuito mundial e gorou as esperanças de uma segunda medalha de ouro para a Geórgia, ao derrotar o favorito a competir em casa, Tato Grigalashvili, com um fantástico contra-ataque.

As medalhas foram apresentadas pelo Diretor de Arbitragem da FIJ, Florin Daniel Lascau.

Como todos os anos, os adeptos do judo acederam em massa ao estádio para apoiar todos os judocas e, em especial, a seleção da nação anfitriã. A Geórgia arrebatou este sábado mais duas medalhas de bronze, pelas mãos dos membros mais jovens da equipa.

O Grand Slam de Tbilisi termina no domingo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Grand Slam de Antália: medalha de ouro para o português campeão do mundo Jorge Fonseca

Domínio japonês no primeiro dia do Grand Slam de Paris

Geórgia soma e segue no último dia do Grand Slam de Judo de Tbilisi