This content is not available in your region

Domínio japonês no primeiro dia do Grand Slam de Paris

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Domínio japonês no primeiro dia do Grand Slam de Paris
Direitos de autor  Lewis Joly/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved

O público presente na AccorHotels Arena vibrou quando o o presidente da Federação Internacional de Judo Marius Vizer e o presidente da Federação Francesa Stéphane Nomis declararam aberto este Grand Slam de Paris.

A japonesa Natsumi Tsunoda, campeã mundial em título na categoria de -48 kg, em femininos, conseguiu a primeira medalha de ouro deste primeiro dia, com uma vitória sobre Baasankhuu Bavuudorj, da Mongólia. Foi o primeiro título da japonesa no Grand Slam de Paris.

Em masculinos, nos -60 kg, outro japonês, Ryuju Nagayama, conseguiu triunfar naquele que foi, para ele, o oitavo grand slam da carreira e segundo no tatami de Paris. Derrotou o sul-coreano Jeon Seung-beom, com um waza-ari seguido de uma imobilização. Medalhas entregues por Alexandra Szentkiralyi, porta-voz do governo da Hungria.

E o primeiro presente para o público da casa aconteceu na final dos -52 kg em femininos, com a francesa Amandine Buchard a derrotar Distria Krasniqi, do Kosovo, por golden score, ao fim de um combate que durou quatro minutos. Max-Hervé George, CEO da Ultima Capital, entregou as medalhas.

Buchard disse que "a vitória a fez sentir poderosa, porque há momentos muito difíceis em que se sente cansada, mas no fim, o poder de que precisa vem do público, por isso lutou até ao fim, por ela mas também pelo público".

Nos -66 kg, em masculinos, o favorito era An Ba-ul, da Coreia do Sul, duplo campeão olímpico, mas foi Baskhuu Yondonperenlei, da Mongólia, a levar a melhor. Medalha entregue pelo estilista e empresário Stefano Ricci.

Nos -57 kg, em femininos, a final foi 100% japonesa. Haruka Funakubo venceu a compatriota Momo Tamaoki no _golden score _e recebeu a medalha de ouro das mãos de Yavuz Yükselir, presidente do grupo Yükselir.

E nos masculinos, na categoria de -73 kg, a vitória foi para Lasha Shavdatuashvili, da Geórgia, sobre Soichi Hashimoto, do Japão. Foi uma vitória tática no golden score. A medalha foi entregue pela antiga lenda do ténis e embaixador da Federação Internacional de Judo, Ion Tiriac. Na entrevista, o georgiano agradeceu ao público presente em Paris, "uma cidade única onde as pessoas adoram o judo" e agradeceu "aos fãs de todo o mundo que o apoiaram".

E o Japão foi o grande vencedor deste primeiro dia, com um total de quatro medalhas de ouro. Nos -63 kg, em femininos, Nami Nabekura derrotou a compatriota Masako Doi e recebeu a medalha de ouro entregue pelo empresário Leo Bahadourian.

A Arena de Bercy, palco histórico do desporto mundial, viveu um primeiro dia cheio de emoções e prepara-se para mais um dia com o melhor do judo, este domingo.