This content is not available in your region

Elon Musk ameaça não comprar Twitter

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira  com AP, AFP
euronews_icons_loading
Elon Musk ameaça não ir para a frente com a compra do Twitter
Elon Musk ameaça não ir para a frente com a compra do Twitter   -   Direitos de autor  Gregory Bull/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved

Elon Musk ameaça não ir para a frente com a compra do Twitter alegando não ter recebido as informações que pediu. Numa carta enviada aos responsáveis da empresa, divulgada aos meios de comunicação social, lê-se que o fundador da Space X solicitou, repetidamente, a primeira vez a 09 de maio, dados sobre mensagens falsas e spam para avaliar quantas das 229 milhões de contas da empresa não são verdadeiras e que a atual gestão da rede social está "a resistir e a frustrar" a entrega dessa informação, o que é uma "clara violação material" dos termos do acordo de compra. Musk diz-se no direito de "não concluir a transação".

As ações da Twitter Inc. caíram mais de 4% esta segunda-feira, o que, seguramente, não agradou ao grupo de acionistas que apresentou uma ação contra o magnata. O grupo apresentou um processo judicial acusando Musk de "conduta ilegal" com o objetivo de semear a dúvida sobre a sua oferta de compra da empresa.

O atual diretor executivo da Tesla Motors, tinha anunciado, em abril, esta compra avaliada em 44 mil milhões de dólares, cerca de 41 mil milhões de euros.

Editor de vídeo • Nara Madeira