EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Goergianos pedem estatuto de candidato à UE para a Geórgia

Manifestação frente ao parlamento da Geórgia
Manifestação frente ao parlamento da Geórgia Direitos de autor Shakh Aivazov/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Shakh Aivazov/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Milhares de pessoas manifestaram-se na capital da Geórgia para pedirem para o país o estatuto de candidato à UE. O Conselho Europeu decide esta semana

PUBLICIDADE

Milhares de georgianos reuniram-se frente ao Parlamento da Geórgia para manifestarem a vontade de ver o país tornar-se membro da União Europeia.

A Geórgia aguarda a decisão do Conselho Europeu no final desta semana sobre a "perspetiva europeia" recomendada por Bruxelas.

A cientista política, Khatuna Lagazidze afirma: "O nosso caminho europeu é igualmente importante para todas as gerações da Geórgia. O nosso maior pedido é de não deixar a Geórgia sozinha face a face com a Rússia. Pedimos aos países europeus que não cometam o mesmo erro que em 2008 durante a cimeira da NATO, quando a Geórgia e a Ucrânia não conseguiram obter o Plano de Ação para a Adesão à NATO. Isto levou direta ou indiretamente à guerra que a Rússia iniciou na Geórgia em 2008 e depois contra a Ucrânia em 2014 e 2022".

Nino Danelia, especialista em Medias, defende: "A Europa é nada mais do que o nosso passado histórico. Os nossos antepassados sacrificaram-se para fazer o país viver com dignidade. Eles morreram pela liberdade do nosso país e dos nossos concidadãos. Estamos aqui para que a jovem geração tenha uma vida digna e feliz. Para ter uma educação adequada e para tirar o máximo proveito da vida. A Europa é igualdade e onde há igualdade, também há felicidade".

Membros do Parlamento Europeu e soldados georgianos em combate na Ucrânia dirigiram mensagens aos manifestantes.

Os estudantes das universidades georgianas juntaram-se à manifestação. Dizem que o futuro europeu da Geórgia está sob ameaça.

Para o estudante, Saba Meupishvili "Hoje é um dia importante porque, apesar das nossas opiniões políticas, estamos unidos em torno de um objetivo comum". "Penso que este é mais um passo para o sucesso e acreditamos que trará um futuro melhor para nós", afirma.

A multidão marchou até à Praça da Europa, onde se concluiu a manifestação, uma forma de mostrar aos líderes europeus que os georgianos estão prontos parar inicia o caminho até ao clube dos 27.

A repórter da Euronews, Mariam Kukhilava, que acompanhou a manifestação, diz-nos: "Os cidadãos exortaram o governo georgiano a tomar medidas eficientes para aproximar a Geórgia dos valores europeus. Eles acreditam que não fazer parte da família europeia deixará o país sozinho face a face com a Rússia. Também apelaram aos países europeus para que não deixem a Geórgia em isolamento. De acordo com o plebiscito e sondagens realizadas por organizações internacionais, cerca de 80% dos georgianos apoiam a integração da Geórgia na família europeia".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Geórgia numa encruzilhada à medida que lei da influência estrangeira aprofunda divisões

Presidente da Geórgia garante em entrevista à Euronews que vai vetar lei dos "agentes estrangeiros"

Porta-voz da NATO afirma que "lei russa" aprovada pela Geórgia "é um erro"