Platini promete lutar contra quem o expulsou do mundo do futebol

Michel Platini e Joseph Blatter
Michel Platini e Joseph Blatter Direitos de autor Francois Mori/AP2011
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Platini e Blatter foram absolvidos pela justiça suíça dos crimes de fraude, abuso de confiança, gestão danosa e falsificação de documentos.

PUBLICIDADE

O julgamento de Michel Platini e Joseph Blatter chegou ao fim. O antigo presidente da UEFA e o ex-presidente da FIFA foram absolvidospelo Tribunal Penal Federal de Bellinzona, na Suíça, dos crimes de fraude, abuso de confiança, gestão danosa e falsificação de documentos. Michel Platini já reagiu e teceu duras críticas àqueles que, segundo reitera, o expulsaram do mundo do futebol.

"A Comissão de Investigação da FIFA decidiu que eu deveria ser banido de todas as atividades futebolísticas, eu, que dediquei a minha vida ao futebol, que sempre dei tudo ao futebol, como treinador. A FIFA fez-me isto. Chamaram-me corrupto, um branqueador de dinheiro, um falsificador", disse Platini.

Não deixarei passar nada em branco
Michel Platini
Antigo presidente da UEFA

 De acordo com a acusação, teria existido um pagamento ilícito por parte da FIFA a Platini, num valor que rondaria os 2 milhões de euros. Blatter respondeu, dizendo que a transação fazia parte de um "acordo de cavalheiros". O tribunal não conseguiu dar os factos como provados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Presidente da Federação Francesa de Futebol afastado por comentários a Zidane

Portugal eliminado do Europeu 2022

Platini sai em liberdade e sem acusações