Manifestantes dizem abandonar residências se presidente se demitir

AP
AP Direitos de autor Eranga Jayawardena/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Primeiro-ministro cedeu aos pedidos de demissão e abandonou o cargo. Centenas de pessoas continuam no interior das residências oficiais do governo e da presidência

PUBLICIDADE

No Sri Lanka, o parlamento está a discutir um "Governo de concertação" depois do primeiro-ministro do país ter saído do cargo.

Ranil Wickremesinghe demitiu-se de chefe de executivo este sábado, depois de centenas de manifestantes invadirem as residências oficiais do governo e da presidência. Uma revolta popular que o obrigou a ceder aos pedidos de demissão e a fugir para local incerto.

O Sri Lanka está há meses em protestos devido à crise económica que o país atravessa.

Esta sexta-feira, a revolta atingiu um outro nível. Depois da invasão às residências oficiais, centenas recusam abandonar as residências oficiais enquanto o presidente estiver no poder.

Mahela Bandara, um dos manifestantes que está a viver temporariamente numa das residências, diz que agora "há esperança", que algo mude no país, com a saída do primeiro-ministro. 

"Nos últimos seis meses, as pessoas estavam a lutar nas filas de combustível mas agora têm esperança.", conta. 

Presidente do Sri Lanka promete demitir-se

O presidente do país, Gotabaya Rajapaksa, é acusado de ser responsável pela má gestão económica, que causou escassez de alimentos, combustíveis e remédios durante meses.

O chefe de Estado prometeu abandonar o cargo até esta quarta-feira. Com essa promessa, os partidos políticos tentam concordar numa transição de poder pacífica.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Invasão da residência oficial do presidente do Sri Lanka

Procissão no Sri Lanka homenageia relíquia dos Dentes Sagrados de Buda

Manada de elefantes arrisca a vida em busca de alimentos numa lixeira