This content is not available in your region

Homicídio de nigeriano revolta italianos

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Itália chocada com assassinato de nigeriano
Itália chocada com assassinato de nigeriano   -   Direitos de autor  Chiara Gabrielli/Copyright 2022The Associated Press. All rights reserved

O assassinato de um vendedor ambulante nigeriano em Itália, durante o dia e numa rua movimentada, está a chocar o país, principalmente por causa da indiferença das pessoas que assistiram sem intervir.

O crime aconteceu na sexta-feira, numa cidade do centro de Itália, e chamou a atenção depois de vídeos com imagens do ataque publicados nas redes sociais. Sob o olhar de várias pessoas, um italiano de 32 anos, que já foi detido, espancou Alika Ogorchukwu de 39, até a morte.

A mulher de Alika juntou-se a um protesto este domingo e disse aos jornalistas que quer ver o homem que matou o marido e pedir-lhe explicações.

O autarca de Civitanova Marche, a cidade onde aconteceu o assassinato, juntou-se ao protesto e condenou o atacante e quem assistiu ao crime e não fez nada

De acordo com a imprensa italiana, o atacante reagiu a um comentário que o vendedor fez sobre a sua namorada. No meio dos debates sobre as próximas eleições no país, este caso inflamou as discussões sobre racismo e políticas de imigração

A maioria dos políticos de Itália já condenaram o assassinato de Alika Ogorchukwu. O líder da extrema-direita, Matteo Salvini, pediu "a pena máxima possível" para o agressor.