Refugiados ucranianos num campo de contentores no aeroporto de Berlim -Tempelhof

Cidadãos ucranianos no encerrado aeroporto de Berlim -Tempelhof
Cidadãos ucranianos no encerrado aeroporto de Berlim -Tempelhof Direitos de autor AFP
Direitos de autor AFP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Aeroporto encerrado abre portas a requerentes de asilo.

PUBLICIDADE

Aproximadamente 400 cidadãos ucranianos vivem agora num campo de contentores no encerrado aeroporto de Berlim -Tempelhof. O complexo no aérodromo foi construído como uma medida temporária, em 2017, para dar resposta à crise migratória. Não há espaço para acolher os requerentes de asilo em Berlim. Já quase não há lugares, em parte devido ao constante afluxo de pessoas vindas da Ucrânia.

No total, a Alemanha já recebeu cerca de 900 mil refugiados desde o final de fevereiro, mas apenas alguns conseguiram alojamento ou estão a viver com familiares. Outra pessoa conta que a filha precisa de ajuda, porque está muito nervosa depois da guerra. Acrescenta que para os adultos é mais fácil do que para as crianças.

Mais de 25 mil refugiados - e não apenas ucranianos - estão alojados em Berlim, de acordo com as autoridades da capital alemã. Até ao outono e inverno será necessário receber, pelo menos, mais três mil. O acolhimento torna-se complicado e certos estados federais já deixaram de aceitar requerentes de asilo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Áustria enfrenta aumento de refugiados

Confrontos entre polícia e migrantes em campo de refugiados

Três alemães detidos por suspeitas de espiarem para a China