EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Crise energética na Europa

contador de energia
contador de energia Direitos de autor Energia
Direitos de autor Energia
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Crise energética na Europa. Chéquia quer reunião extraordinária do Conselho de Energia da União Europeia

PUBLICIDADE

Guerra na Ucrânia, sanções económicas, inflação desenfreada, chantagem energética, seca extrema.

A Europa não sabe o que mais fazer para se proteger da tempestade perfeita que assola os preços da energia, que para muitos cidadãos parece uma ameaça existencial para o próximo Inverno: podem ter de escolher entre o aquecimento ou a alimentação.

Enquanto o ministro da energia da Chéquia anuncia que vai "propor a convocação de uma reunião extraordinária do Conselho da Energia da União Europeia o mais cedo possível", o Governo português anunciou novas medidas para mitigar o aumento do gás natural e que os preços no mercado regulado serão menos de metade do anunciado pelos comercializadores

A situação é paradigmática nas duas principais economias europeias. Em França, um país altamente dependente da energia nuclear., o encerramento de numerosos reatores devido a necessidades de manutenção fez subir o custo por megawatt-hora para dez vezes mais do que há um ano. Na Alemanha, fortemente dependente do gás russo, os cortes contínuos de abastecimento pela russa Gazprom e o encerramento previsto do gasoduto Nordstream, a 31 de Agosto, apontam um quadro semelhante.

Para piorar a situação, as energias renováveis sofreram as consequências de um dos verões mais quentes e secos. Os rios estão esgotados, sem caudal para mover as centrais hidroelétricas em plena capacidade. O vento, por seu lado, tem sido o grande ausente durante as sucessivas ondas de calor que abalaram o continente.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Hungria aposta na energia geotérmica

Chéquia aposta num futuro com energia nuclear

Países Baixos suspendem oficialmente as perfurações no campo de gás de Groningen