EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Antony Blinken leva presente em visita surpresa a Kiev

Antony Blinken visita Kiev
Antony Blinken visita Kiev Direitos de autor Genya Savilov/AFP
Direitos de autor Genya Savilov/AFP
De  Bruno Sousa
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

EUA disponibilizam mais 2 600 milhões de euros para combater a Rússia e nem todo o dinheiro vai para a Ucrânia

PUBLICIDADE

Volodymyr Zelenskyy recebeu a visita surpresa de Antony Blinken. O chefe da diplomacia dos Estados Unidos não chegou a Kiev de mãos a abanar e levou com ele um pacote de apoio militar no valor de 2 600 milhões de euros para a Ucrânia, mas não só.

Cerca de mil milhões serão disponibilizados sob a forma de empréstimo aos 18 países que Washington considera ameaçados pela Rússia.

A ajuda norte-americana traduz-se ainda em mais 600 milhões de euros em equipamento militar para as Forças Armadas ucranianas, o anúncio foi feito pelo Secretário de Defesa norte-americano, Lloyd Austin, em visita à base aérea de Ramstein, na Alemanha.

Na linha da frente, Kiev reclamou a reconquista de 700 km2 de território às forças russas na região de Kharkiv e no sul do país. Moscovo diz que não é bem assim e que a contraofensiva ucraniana foi repelida.

Os russos garantem que destruíram vários depósitos de armas ucranianos na região de Kharkiv, acusando ainda Kiev de bombardear a cidade de Energodar, junto à central nuclear de Zaporíjia.

A guerra na Ucrânia entra num "momento crucial", expressão utilizada quer por Blinken na visita a Kiev, quer por Jens Stoltenberg, que disse à Associated Press que teríamos de nos preparar todos para um duro inverno.

Para o Secretário-geral da NATO, a diferença é que no Ocidente, o preço a pagar por esta guerra se mede em dinheiro enquanto na Ucrânia mede-se em vidas perdidas todos os dias.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Maior hospital pediátrico de Kiev alvo de ataque russo

Ucrânia atinge com drones depósito de munições no interior da Rússia

Pelo menos cinco mortos em ataque russo com mísseis a Dnipro