This content is not available in your region

Exército ucraniano já reconquistou 6 mil km2 aos invasores russos

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Casal em frente a edifício destruído em Izyum
Casal em frente a edifício destruído em Izyum   -   Direitos de autor  JUAN BARRETO/AFP or licensors

Nos arredores de Izyum, dezenas de tanques abandonados, armamento pesado e munições: sinais de uma retirada repentina das forças russas face ao rápido avanço do Exército ucraniano na região de Kharkiv. 

Kiev afirma ter reconquistado mais de 20 localidades no espaço de 24 horas, algumas de grande importância estratégica.

Um residente explica que "os russos estavam [ali] durante a manhã e, ao meio-dia, começaram a gritar e depois a fugir, em tanques e veículos blindados".

Na aldeia de Zaliznytchné, a procuradoria ucraniana disse que foram recuperados quatro corpos com "sinais de tortura", afirmando que "as vítimas foram mortas por militares russos durante a ocupação" da localidade.

Uma residente diz que teve "muito medo" e que ainda tem na mente "a imagem da enorme poça de sangue".

A resposta russa face ao avanço ucraniano não se fez esperar. Vários mísseis cairam esta segunda-feira sobre Kharkiv, a segunda maior cidade do país. 

O presidente ucraniano afirmou que o Exército recuperou, até ao momento, 6.000 quilómetros quadrados às forças russas.