EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

ONU conclui pela existência de crimes de guerra na Ucrânia

Sede da ONU em Genebra
Sede da ONU em Genebra Direitos de autor SALVATORE DI NOLFI/KEYSTONE
Direitos de autor SALVATORE DI NOLFI/KEYSTONE
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Comissão de Inquérito apresenta as primeiras conclusões, após ter visitado várias localidades.

PUBLICIDADE

A Rússia cometeu crimes de guerra na Ucrânia, segundo as Nações Unidas. A comissão de inquérito, estabelecida em maio, começou agora a divulgar as conclusões e diz que há provas de atrocidades. Fala em bombardeamento de populações civis, torturas e execuções. O painel de peritos que constitui a comissão visitou locais como Bucha, palco de um dos massacres mais marcantes desta guerra.

Erik Mose, presidente da comissão de, explica: "Com base nas provas recolhidas pela comissão, concluiu-se que foram cometidos crimes de guerra na Ucrânia. Ficámos admirados com o grande número de execuções nas áreas que visitámos. A comissão está a investigar mortes deste género em cerca de 16 vilas e aldeias. Recebemos alegações credíveis de mais casos de execuções, que vamos documentar mais tarde"

Ficámos admirados com o grande número de execuções nas áreas que visitámos.
Erik Mose
Presidente da Comissão de Inquérito da ONU sobre a Ucrânia

O mais recente episódio em termos de alegados crimes de guerra aconteceu em Izium, uma vila até há pouco tempo ocupada pelos russos e agora libertada pela contraofensiva ucraniana. Aqui, foi descoberto um grande número de sepulturas numa floresta. Parte dos corpos exumados apresenta sinais de tortura.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bruxelas criará lei para usar na Ucrânia verbas russas congeladas

ONU confirma a detenção de 11 funcionários no Iémen

Rebeldes Houthi detêm pelo menos 9 membros da ONU, dizem as autoridades