This content is not available in your region

Scholz garante abastecimentos de gás em visitas a países do Golfo

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Em Abu Dhabi, chanceler alemão planto, de forma simbólica, uma árvore num mangal
Em Abu Dhabi, chanceler alemão planto, de forma simbólica, uma árvore num mangal   -   Direitos de autor  Markus Schreiber/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved   -  

Olaf Scholz é um homem em missão no Golfo Pérsico. Durante uma visita a Abu Dhabi, este domingo, plantou, de forma simbólica, uma árvore num mangal.

Mas não saiu de mãos vazias. Também assinou um acordo com os Emirados Árabes Unidos para o fornecimento de gás natural liquefeito (GNL) e outros combustíveis fósseis até 2023.

"Vamos fazer isto de maneira a que tenha sentido. Vamos focar-nos em muitas regiões diferentes, que nos garantam a capacidade de assegurar a nossa segurança energética. Não vamos tornar-nos, outra vez, dependentes de um único fornecedor. Isso seguramente não vai acontecer de novo", sublinhou o chanceler alemão.

Para evitar ficar refém de fornecedores, como aconteceu com a Rússiapor causa da guerra na Ucrânia, Scholz rumou depois para o Catar, um dos maiores exportadores mundiais de gás.

Na véspera, esteve na Arábia Saudita, a primeira paragem do périplo.

Reuniu-se com Mohammad bin Salman, mas o encontro foi alvo de críticas por causa do alegado envolvimento do príncipe na morte do jornalista saudita Jamal Kashoggi.

Scholz diz que discutiu assuntos relacionados com direitos humanos e civis, mas sem entrar em detalhes, até porque neste momento a questão energética fala mais alto.