Scholz defende reforma da União Europeia

Access to the comments Comentários
De  euronews
O chanceler alemão Olaf Scholz
O chanceler alemão Olaf Scholz   -   Direitos de autor  Michael Sohn/Copyright 2022 The AP. All rights reserved

O chanceler da Alemanha pediu reformas na União Europeia. Num congresso do Partido Socialista Europeu, em Berlim, Olaf Scholz defendeu, este sábado, que o bloco dos 27 deve ter mais autonomia militar, pedindo a aquisição coordenada de armas e equipamento.

O líder germânico acredita que a União Europeia deve, ainda, preparar-se para a entrada de mais países.

Olaf Scholz defendeu que a expansão do bloco é uma coisa positiva, especialmente "se quisermos defender os nossos valores num mundo que em breve terá dez mil milhões de pessoas. Uma União Europeia unida de 27, 30, 36 Estados com mais de 500 milhões de cidadãos livres e iguais pode ter um peso ainda maior neste mundo."

Anteriormente, Olaf Scholz reuniu-se com o presidente do Governo de Espanha, Pedro Sánchez, e com o primeiro-ministro português, António Costa.

Os três líderes discutiram o projeto de interligação energética com a Península Ibérica. Algo que até agora tem encontrado a oposição de França.

No entanto, o governante de Portugal mostrou-se otimista. À saída do congresso socialista, António Costa afirmou, à agência de notícias espanhola Efe, que as reuniões estão a correr bem e que o acordo para uma interligação está para breve, mesmo que não se chame "MidCat" e tenha outro nome.