This content is not available in your region

Salários e reforma das pensões provocam greves e protestos em França

Access to the comments Comentários
De  euronews
Protestos em toda a França em torno dos salários e pensões
Protestos em toda a França em torno dos salários e pensões   -   Direitos de autor  Thomas Padilla/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.   -  

Os franceses mobilizaram-se esta quinta-feira, com paralisações por todo o país e em diversos setores, por aumentos de salários e contra o projeto de reforma da lei das pensões.

Os sindicatos falam em mais de 200 comícios em toda a França.

Todos com reivindicações que podem ser resumidas nas palavras do líder do partido comunista francês, Fabien Roussel:

"Falemos de cada um dos projetos; os franceses querem ser consultados por referendo. Vamos organizar um referendo sobre uma reforma das pensões que todos aspiram ver implementada, com um aumento das pensões mas sem prolongar a idade da reforma".

As conversações entre os sindicatos e o governo deverão começar na próxima semana e prometem ser tensas. Os sindicatos rejeitam qualquer proposta de alongamento da idade para a reforma; o presidente quer avançar o mais depressa possível, para ter uma nova lei em vigor no verão de 2023.

O governo tenta evitar o artigo 49.3 que lhe atribuiu a prerrogativa de legislar, mas não descarta a hipótese.

Se a tensão crescer e o governo cair, Emmanuel Macron diz que dissolve a assembleia nacional e os franceses voltam a ir às urnas.

Uma coisa é certa: A França inicia um novo período de alta tensão social.