Jornalista assassinada relembrada em Malta

Homenagem a Daphne Caruana Galizia
Homenagem a Daphne Caruana Galizia Direitos de autor Rene' Rossignaud/Copyright 2022 The AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Cinco anos depois da morte de Daphne Caruana Galizia Malta homenageia-a, dois dias depois de dois suspeitos se declararem culpados da sua morte.

PUBLICIDADE

Assinalou-se, este domingo, o quinto aniversário da morte de Daphne Caruana Galizia numa cerimónia que reuniu pessoas que lhe eram próximas. 

Um evento que acontece dois dias depois de dois suspeitos se terem declarado culpados de homicídio no primeiro dia do julgamento à sua morte. 

A jornalista tinha denunciado a corrupção que existe em Malta, e continuava a fazê-lo, através das suas investigações. Sobretudo ao nível político e económico. Foi assassinada a 16 de outubro de 2017, quando uma bomba colocada no seu carro explodiu, perto da sua casa. 

Uma morte que chocou a Europa e desencadeou protestos no seu país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Projeto Pegasus vence Prémio Daphne Caruana Galizia

"O teatro pode ser quase mais eficaz do que o jornalismo."

Daphne Caruana Galizia: intermediário esfaqueado