Casal suspeito de espionagem a favor da Rússia detido na Suécia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Cordão policial em operação de detenção de dois suspeitos de espionagem a favor da Rússia, na Suécia
Cordão policial em operação de detenção de dois suspeitos de espionagem a favor da Rússia, na Suécia   -   Direitos de autor  Fredrik Sandberg/AP

As autoridades suecas detiveram duas pessoas por suspeita de espionagem a favor da Rússia.

Trata-se de um casal de origem russa que vive na Suécia desde 1999. Um dos membros do casal foi acusado de "atividades ilegais grosseiras de espionagem contra a Suécia e contra uma potência estrangeira" e o outro de cumplicidade.

Não foi indicado o país que terá sido espiado para além da Suécia.

As autoridades pensam que as ações de espionagem duravam há mais de uma década.

A detenção, com buscas ao domicílio do casal, na área de Estocolmo, foi efetuada pela polícia com o apoio das Forças Armadas suecas.

Os meios de comunicação social suecos citaram testemunhas que descreveram a chegada inesperada da polícia de elite e de dois helicópteros Black Hawk para prender o casal.

Os vizinhos descrevem o casal como pessoas afáveis e com uma vida normal. Ambos tinham obtido nacionalidade sueca, a mulher em 2010; o homem em 2012 e terá sido a partir daí que começaram as atividades como espiões.

É a segunda detenção de espiões em menos de um mês na Sécia. No início de novembro, dois irmãos nascidos no Irão foram detidos por alegada espionagem para a Rússia.