EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Relatório sobre o ataque ao Capitólio prestes a ser publicado

Capa do relatório da comissão do Congresso dos EUA sobre o ataque ao Capitólio
Capa do relatório da comissão do Congresso dos EUA sobre o ataque ao Capitólio Direitos de autor Jon Elswick/Copyright 2022 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Jon Elswick/Copyright 2022 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O relatório da comissão do Congresso dos EUA sobre o ataque ao Capitólio, em janeiro de 2021 poderá ser publicado ainda esta quinta-feira.

PUBLICIDADE

O relatório da comissão do congresso dos Estados Unidos que investiga o ataque ao Capitólio de 6 de janeiro de 2021 poderá ser tornado público esta quinta-feira.

O documento, que suscita um enorme interesse público e académico, terá mais de mil páginas, com mais de 1200 entrevistas e seis dezenas de decisões de tribunais estaduais e federais e será divulgado online.

A comissão recomendou que Donald Trump seja julgado por quatro crimes, incluindo obstrução e insurreição.

Trump, que tenciona recandidatar-se à Casa Branca, rejeita as acusações e fala de caça às bruxas.

Recorde-se que o ex-presidente, derrotado nas eleições presidenciais de novembro de 2020, fez um discurso inflamado aos seus apoiantes perto da Casa Branca, na manhã de 6 de janeiro, e denegriu publicamente o seu vice-presidente, Mike Pence, por este não concordar com o seu esquema de rejeitar os boletins de voto do democrata Joe Biden e se preparar para reconhecer oficialmente a vitória eleitoral de Biden, no cumprimento as suas funções legais. 

Após esse discurso que inflamou os espíritos, Trump esperou horas para fazer uma declaração pública enquanto milhares dos seus apoiantes se enfureciam através do Capitólio, atacando a polícia e ameaçando enforcar Pence.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden chama nações "xenófobas" à Índia e Japão

Biden apela à libertação de jornalistas no jantar dos correspondentes de imprensa

EUA: estudantes universitários são presos por protestos pró-palestinos