EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Protestos antigovernamentais no Peru deixam mais dois mortos e 38 feridos

Protestos no Peru.
Protestos no Peru. Direitos de autor Martin Mejia/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Martin Mejia/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Milhares de pessoas voltaram a sair às ruas no país para exigir a demissão da atual chefe de Estado, Dina Boluarte.

PUBLICIDADE

Milhares de pessoas sairam às ruas, esta quinta-feira, em Lima, capital do Peru, e noutras cidades, para protestar contra a presidente Dina Boluarte. Os manifestantes exigem a demissão da atual chefe de estado.

Nos protestos, pelo menos duas pessoas morreram, de acordo com o jornal peruano La Republica. O ministro do interior, Vicente Romero, dá ainda conta de pelo menos 22 polícias feridos e também 16 civis, o que perfaz um total de 38 pessoas feridas.

AP Photo
Protestos no Peru.AP Photo

Ao longo do dia, as manifestações começaram a subir de tom e houve registo de vários confrontos entre manifestantes e a polícia, que foi obrigada a recorrer a gás lacrimógeneo para conter os protestos.

A atual presidente, Dina Boluarte, pronunciou-se, numa altura em que se intensificam os protestos, e descartou renunciar ao cargo, declarando que o seu gabinete está “mais unido do que nunca”. Para além disso, acusou os manifestantes de quererem "quebrar o Estado de Direito".

As manifestações de apoio ao antigo Presidente Pedro Castillo, que começaram no início do mês de dezembro, já fizeram mais de 50 mortos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bloqueios provocam escassez de alimentos no Peru mas não travam protestos

Missa em homenagem às vítimas dos protestos antigovernamentais no Peru

Peru: Alberto Fujimori libertado da prisão por razões humanitárias