EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Ataque a Kherson mata 21 civis num só dia de bombardeamentos

Ataque a Kherson
Ataque a Kherson Direitos de autor AP
Direitos de autor AP
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Nesta quarta-feira, os bombardeamentos russos atingiram também as cidades de Zaporíjia e Krasnodar, no sul da Ucrânia

PUBLICIDADE

Os bombardeamentos russos na região de Kherson, no sul do país, fizeram, pelo menos, 21 mortos e 48 feridos. Foram atingidos um hipermercado, uma estação de comboios e uma instalação de energia. A informação foi avançada pelo gabinete do procurador desta região, onde vai ser imposto um recolher obrigatório a partir de sexta-feira e até à próxima segunda-feira, dia 8 de maio.

“A partir__das 20:00 de 5 de maio, um recolher obrigatório será instaurado em Kherson e durará até às 06:00 de 8 de maio", disse o responsável pela administração militar local na rede social Telegram. "Durante estas 58 horas, será proibido circular e estar nas ruas da cidade. Também estarão encerradas as entradas e as saídas de Kherson”, acrescentou Oleksandr Prokudin. Segundo este responsável, "asrestrições temporárias" são necessárias para as forças de segurança poderem "realizar o seu trabalho".

Ataques em Zaporíjia e Krasnodar

Também nesta quarta-feira, um ataque à cidade de Zaporíjia, que durou várias horas, danificou edifícios residenciais mas sem causar vítimas.

Na região de Krasnodar, no sudoeste do país, incendiou-se um reservatório com produtos petrolíferos. Segundo os serviços de emergência, o incêndio foi provocado por um drone e perto de 200 bombeiros estiveram envolvidos no combate às chamas

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tropas ucranianas são alvo de ataques russos

Aos poucos, aldeias de Kharkiv e Zaporíjia vão sendo reconstruídas

Hospital pediátrico de Kiev reabre parcialmente uma semana após ataque da Rússia