Rússia diz que atentado contra escritor pró-Kremlin é responsablidade da Ucrânia e dos aliados

Viatura onde seguia o escritor nacionalista explodiu
Viatura onde seguia o escritor nacionalista explodiu Direitos de autor AP/Russian Investigative Committee
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O carro de Zakhar Prilepin explodiu, no sábado, na região russa de Nizhny Novgorod. O escritor ficou ferido e o condutor da viatura morreu.

PUBLICIDADE

As autoridades russas anunciaram a detenção do suspeito de ter feito explodir o carro do conhecido escritor pró-Kremlin Zakhar Prilepin. A principal agência de investigação da Rússia diz que o suspeito é ucraniano e admitiu ter agido a mando dos serviços especiais da Ucrânia.

A porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, Maria Zakharova, já tinha acusado Washington e a NATO de terem alimentado "outra célula terrorista internacional: o regime de Kiev". Disse ainda que o ataque "é da responsabilidade direta dos Estados Unidos e Reino Unido".

O carro de Zakhar Prilepin explodiu no sábado na região russa de Nizhny Novgorod. O escritor ficou ferido e o condutor da viatura morreu.

O escritor nacionalista é um fervoroso apoiante daquilo a que o Kremlin chama uma "operação militar especial" na Ucrânia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia aborta lançamento do foguetão Angara-A5 a minutos da descolagem

Rússia e Cazaquistão vivem "piores cheias em décadas"

Centenas de russos protestam contra “inércia” das autoridades após inundações