Olev Orlov julgado e arrisca prisão por criticar ofensiva de Putin

Oleg Orlov, membro da ONG de defesa de Direitos Humanos russa "Memorial"
Oleg Orlov, membro da ONG de defesa de Direitos Humanos russa "Memorial" Direitos de autor Alexander Zemlianichenko/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Alexander Zemlianichenko/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Orlov é co-presidente da Memorial, uma das principais organizações de defesa dos Direitos Humanos na Rússia, Prémio Nobel da Paz, fechada em 2021

PUBLICIDADE

Começou, em Moscovo, o julgamento do co-presidente da "Memorial", uma das principais organizações de defesa dos Direitos Humanos na Rússia, Prémio Nobel da Paz, fechada em 2021.

Oleg Orlov é acusado de desacreditar o Exército russo e arrisca até cinco anos de prisão.

Está a ser julgado na sequência de um artigo publicado na edição francesa do jornal online Mediapart, em que falou sobre a invasão russa na Ucrânia.

Orlov disse estar a ser julgado por causa "de uma opinião." Na audiência, foi apoiado pelo Prémio Nobel da Paz Dmitri Muratov.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

14 anos de prisão para especialista em cibersegurança na Rússia

Rússia aborta lançamento do foguetão Angara-A5 a minutos da descolagem

Rússia e Cazaquistão vivem "piores cheias em décadas"