EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Ataque à faca faz seis mortos em infantário na China

Ataques a escolas obrigaram as autoridades chinesas a reforçar medidas de segurança
Ataques a escolas obrigaram as autoridades chinesas a reforçar medidas de segurança Direitos de autor AP Photo/Xinhua, Ding Haitao
Direitos de autor AP Photo/Xinhua, Ding Haitao
De  Euronews com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Três adultos e três crianças estão entre as vítimas mortais. Suspeito já foi detido.

PUBLICIDADE

Seis pessoas morreram e uma ficou ferida na sequência de um ataque a um jardim de infância, esta segunda-feira, em Lianjiang no sudeste da China. Entre as vítimas mortais estão três adultos e três crianças.

O suspeito, um homem de 25 anos, já foi detido pelas autoridades.

A posse de armas de fogo é proibida na China, mas os crimes de arma branca têm aumentado ao longo dos últimos anos no país.

Episódios de violência, envolvendo esfaquamentos, têm-se repetido especificamente em estabelecimentos de ensino, tendo já levado as autoridades a reforçar medidas de segurança.

Esfaqueamentos em escolas preocupam autoridades

Em agosto de 2022, um ataque com faca a um infantário na província de Jiangxi, no sudoeste do país, causou a morte de três pessoas e seis feridos.

Em abril de 2021, um indivíduo armado com uma faca atacou um infantário em Beiliu, no sul do país, matando duas crianças e ferindo 16 pessoas.

Em abril de 2018, um homem de 28 anos matou nove crianças à saída da escola na província de Shaanxi, no norte do país.

O homem, que foi condenado à morte e executado nos meses seguintes, disse ter agido por vingança depois de ter sido assediado quando era aluno na mesma escola.

Em janeiro de 2017, um homem armado com uma faca de cozinha feriu 11 crianças numa escola ida região autónoma de Guangxi, no sul do país.

Já em maio de 2010, um homem de 48 anos armado com uma grande faca de cozinha matou sete crianças e dois adultos e feriu pelo menos 20 pessoas, num jardim de infância no norte da China.

A tragédia seguiu-se a uma série de quatro ataques semelhantes com facas ou martelos, perpetrados por indivíduos que se manifestarm frustrados na sua vida profissional ou afetiva.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Português ferido no ataque à faca em Annecy está fora de perigo

Enfermeira morre após ataque com faca em França

Polícia morto em ataque à faca em Bruxelas