EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Grande Júri adia terceira acusação formal contra Donald Trump

Antigo presidente norte-americano Donald Trump discursou na conferência "Turning Point Action" no sábado, 15 de julho de 2023
Antigo presidente norte-americano Donald Trump discursou na conferência "Turning Point Action" no sábado, 15 de julho de 2023 Direitos de autor Lynne Sladky/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Lynne Sladky/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Grande Júri norte-americano adia terceira acusação formal contra Donald Trump no caso da tentativa de anulação dos resultados das últimas presidenciais

PUBLICIDADE

Nos Estados Unidos, o Tribunal adiou a acusação formal a Donald Trump por tentativa de anulação de eleições.

Os membros do júri continuam em conversações com testemunhas e investigadores.

De acordo com a CNN, as negociações vão prolongar-se por pelo menos mais um mês.

Trump já recebeu uma carta indicando a possibilidade de mais uma acusação formal que, a confirmar-se, será a terceira este ano.

"A carta é geralmente enviada a pessoas que o Departamento de Justiça está prestes a indiciar. O que isso significa é que os investigadores reuniram evidências que ligam uma pessoa, neste caso, Donald Trump, a um crime que está sob investigação", afirma o jornalista da Associated Press (AP), Eric Tucker.

Os membros do grande júri reuniram-se por seis horas na quinta-feira para ouvirem testemunhos das investigações.

Sob a mesa estão as tentativas de Trump de anular os resultados das eleições nos dias que antecederam os distúrbios do Capitólio em janeiro de 2020.

Trump já foi indiciado por conexão com um suposto esquema de suborno, bem como por lidar com material classificado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Donald Trump denuncia perseguição política também no caso da invasão do Capitólio

Novo processo judicial contra Donald Trump

Donal Trump denuncia "corrupção" e perseguição": "É um excelente aniversário"