EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Putin assiste a desfile naval em São Petersburgo

Dia da Marinha da Rússia
Dia da Marinha da Rússia Direitos de autor Alexander Kazakov/Sputnik
Direitos de autor Alexander Kazakov/Sputnik
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente russo aplaudiu a "guardiã indestrutível das fronteiras da Pátria".

PUBLICIDADE

Vladimir Putin, anunciou que a marinha russa vai receber 30 novos navios este ano. O anúncio foi feito durante um discursou, na cerimónia que assinalou o Dia da Marinha da Rússia.

Cerca de 40 navios, incluindo barcos e submarinos, participaram no desfile naval em São Petersburgo e no porto de Kronshtad, na baía do Neva.

"Atualmente, a Rússia está a cumprir com segurança as tarefas de grande escala da sua política marítima nacional e a aumentar de forma constante o poder da sua frota. Só este ano, 30 navios de diferentes classes serão acrescentados à sua composição", disse Putin.

A partir de uma tribuna num dos diques do rio Neva, Putin, que já tinha passado em revista os navios a bordo de uma lancha, felicitou os membros da Marinha e todos os cidadãos russos.

"Durante séculos, a nossa frota tem sido e continua a ser a guardiã indestrutível das fronteiras da Pátria, o seu orgulho e glória", afirmou.

Sobre a guerra, Putin destacou que a Ucrânia mudou de tática e que sofreu “perdas pesadas”.

O presidente referiu que a retirada do acordo sobre os cereais do Mar Negro vai permitir Rússia ganhar mais e partilhar os rendimentos com os países mais pobres, fornecendo-lhes alimentos gratuitamente.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Coreia do Norte mostra novas armas à Rússia e à China

Tribunal russo ordena prisão da viúva de Alexei Navalny

Primeiro-ministro da Índia critica invasão russa à Ucrânia durante encontro com Putin