EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Bruxelas multa Intel em 376 milhões de euros

Tribunal da UE reverteu primeira multa em 2022
Tribunal da UE reverteu primeira multa em 2022 Direitos de autor JOSH EDELSON/AFP or licensors
Direitos de autor JOSH EDELSON/AFP or licensors
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

É uma muito considerável redução do montante estipulado anteriormente pela Comissão Europeia, acima dos mil milhões de euros

PUBLICIDADE

A gigante tecnológica Intel foi novamente sancionada pela Comissão Europeia, que anunciou uma multa de 376 milhões de euros por abuso de posição dominante.

Trata-se de uma muito considerável redução do montante estipulado anteriormente por Bruxelas por práticas anticoncorrenciais, de 1,06 mil milhões de euros, um valor recorde quando foi anunciado em 2009.

No entanto, o Tribunal da União Europeia acabou por reverter em parte essa decisão em 2022, alegando-se que as práticas ilegais não estavam totalmente demonstradas.

A fabricante norte-americana de microprocessadores foi acusada de aplicar uma estratégia para excluir a principal concorrência do mercado entre 2002 e 2007. 

Nas palavras do comissário europeu Didier Reynders, "a Intel pagou a clientes para restringirem, atrasarem ou cancelarem a venda de produtos que continham chips rivais".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Comissão Europeia multa Apple em 1,84 mil milhões de euros por streaming de música

Pogba suspenso quatro anos por doping

Detido o fugitivo Danelo Cavalcante