EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Ucrânia anuncia o primeiro ataque com mísseis norte-americanos ATACM

Um soldado ucraniano em posição em Avdiivka, região de Donetsk, Ucrânia, 18 de agosto de 2023.
Um soldado ucraniano em posição em Avdiivka, região de Donetsk, Ucrânia, 18 de agosto de 2023. Direitos de autor LIBKOS/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor LIBKOS/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Ucrânia anunciou que os seus militares realizaram um dos ataques mais destrutivos aos meios aéreos russos desde o início da guerra.

PUBLICIDADE

Os mísseis ATACMS foram utilizados no ataque a duas bases aéreas em território ocupado pela Rússia na terça-feira, de acordo com uma autoridade americana familiarizada com a operação. 

Segundo as forças de operações especiais da Ucrânia, o ataque terá destruído pistas e nove helicópteros, para além de um depósito de munições, um lançador de mísseis antiaéreos e outro equipamento militar. 

O  presidente Volodymyr Zelensky confirmou a sua utilização. “Hoje estou especialmente grato aos Estados Unidos”, disse no habitual discurso noturno à nação e, mais tarde, confirmou que o ataque utilizou mísseis balísticos de longo alcance ATACMS doados pelos Estados Unidos.

(...) "E hoje, um agradecimento especial aos Estados Unidos. Os nossos acordos com o presidente Biden estão a ser implementados. Estão a ser implementados com muita precisão - os ATACMS provaram o seu valor". - afirmou.

Na frente de batalha, Avdiivka, na região oriental de Donetsk, continua a ser um ponto crítico na linha da frente, onde as forças russas lançaram uma série de ataques, na sua maioria mal sucedidos, contra posições ucranianas.

A polícia da região de Donetsk anunciou que decidiu retirar todas as crianças de 12 localidades da linha de frente na área.

Mais ataques ao longo de centenas de quilómetros das linhas da frente ucranianas são esperados nas próximas semanas.

Dado que o início do inverno ameaça temperaturas geladas para as comunidades afetadas pela guerra, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) forneceu transformadores de energia de alta potência para ajudar a garantir eletricidade nas casas das pessoas e em infraestruturas comunitárias vitais, tais como hospitais, escolas e empresas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ucrânia: Intensifica-se a batalha de Avdiivka, na região de Donetsk

Ucrânia: Seis mortos e 16 feridos em ataque russo a uma estação de correios em Kharkiv

Pelo menos seis feridos após ataque aéreo russo em zona residencial de Kharkiv