EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Ucrânia: Intensifica-se a batalha de Avdiivka, na região de Donetsk

Um soldado ucraniano em posição, em Avdiivka, região de Donetsk, Ucrânia, 18 de agosto de 2023.
Um soldado ucraniano em posição, em Avdiivka, região de Donetsk, Ucrânia, 18 de agosto de 2023. Direitos de autor LIBKOS/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor LIBKOS/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Com Avdiivka a concentrar os principais esforços de combate, Zelenskyy pede resiliência aos ucranianos e ao mundo que mantenha a atenção na Ucrânia.

PUBLICIDADE

As enormes perdas não param o exército russo. A batalha de Avdiivka, nos arredores de Donetsk, é uma das mais importantes da guerra na Ucrânia e a Rússia tenta por todos os meios cercar as forças ucranianas.

Enquanto isso, a polícia ajuda os que querem deixar a aldeia.

No discurso da noite, o presidente Volodymyr Zelenskyy agradeceu aos soldados e pediu resiliência aos ucranianos.

"A atenção do mundo para a Ucrânia, para a proteção da liberdade e do direito internacional deve permanecer. Desejo-vos saúde, caros ucranianos! Um breve relatório sobre este dia: Realizei uma reunião d o Estado Maior do Comando Supremo. O assunto, na verdade, é só um: a situação em todas as nossas frentes. A frente é Avdiyivka. Estou especialmente grato aos guerreiros nesta frente! A resiliência é uma força para toda a Ucrânia neste momento. Maryinka, outras direções, região de Donetsk. Lyman. Kupiansk. Obrigado, guerreiros!"

Para além das operações no terreno, a Ucrânia vai vivendo diariamente com os ataques aéreos russos. No domingo, três pessoas foram mortas em consequência dos ataques aéreos em Avdiivka, onde os prédios residenciais estão em ruínas e já não há lojas ou sítios onde adquirir mantimentos. 

Apesar das dificuldades, mais de 1.500 pessoas ainda vivem na cidade e recebem ajuda humanitária entregue por voluntários.

No sábado, um míssil russo matou seis pessoas e feriu outras 17 num depósito dos correios perto de Kharkiv.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Batalha de Avdiivka cada vez mais feroz

Plataforma Internacional da Crimeia reunida em Praga

Ucrânia anuncia o primeiro ataque com mísseis norte-americanos ATACM