EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Israel diz que Jihad Islâmica é responsável por explosão no hospital

Palestinianos verificam o local da explosão no hospital al-Ahli, na Cidade de Gaza, quarta-feira, 18 de outubro de 2023.
Palestinianos verificam o local da explosão no hospital al-Ahli, na Cidade de Gaza, quarta-feira, 18 de outubro de 2023. Direitos de autor Abed Khaled/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Abed Khaled/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Luis GuitaEuronews com AP, AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Israel afirma que Jihad Islâmica é responsável por explosão em hospital de Gaza e apresenta como prova a interceção de uma suposta chamada telefónica entre membros do Hamas. O Presidente dos EUA, Joe Biden, diz que a explosão foi aparentemente causada por 'outra equipa', não por Israel.

PUBLICIDADE

No meio da indignação global com a explosão que matou centenas de pessoas num hospital em Gaza, Israel diz ter provas de que a explosão foi causada por um rocket da Jihad Islâmica. Israel divulgou uma gravação de áudio de uma suposta conversa telefónica entre dois membros do Hamas.

É possível ouvir uma voz a dizer que a explosão foi provocada por um míssil da Jihad Islâmica lançado de um cemitério próximo do hospital.

"O Hamas verificou os relatórios, compreendeu que se tratava de um foguete da Jihad Islâmica que falhou e decidiu lançar uma campanha global nos meios de comunicação para esconder o que realmente aconteceu. Chegaram ao ponto de inflacionar o número de vítimas. Compreenderam com absoluta certeza que se tratava de um foguete falhado pela Jihad Islâmica," declarou  o porta-voz das Forças de Defesa de Israel, Contra-Almirante Daniel Hagari.

Os líderes da UE juntaram as suas vozes à condenação internacional do ataque ao hospital onde se sabia que muitos palestinianos tinham procurado refúgio.

"Um hospital em Gaza – que abriga centenas de feridos – foi transformado num inferno de fogo. As cenas do hospital Al Ahli são horríveis e angustiantes. Não há desculpa para atingir um hospital cheio de civis," afirmou a Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

Autoridades palestinianas e líderes árabes de toda a região dizem que o hospital foi alvo de um ataque com mísseis israelitas. Gaza foi atingida por numerosos ataques aéreos na ofensiva de Israel para esmagar o Hamas. Israel afirma que não ataca civis e alertou os residentes de Gaza para se deslocarem para o sul do território.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ajuda humanitária em Gaza na sexta-feira

Guerra Israel-Hamas suspende futebolista do Nice e provoca revoltas no mundo árabe

Israel aperta o cerco a Gaza na véspera de visita de Biden