EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Israel faz incursão terrestre com tanques pelo norte de Gaza

Criança palestiniana é levada para o hospital após ataques aéreos de Israel ao campo de refugiados de Khan Yunis, na Faixa de Gaza
Criança palestiniana é levada para o hospital após ataques aéreos de Israel ao campo de refugiados de Khan Yunis, na Faixa de Gaza Direitos de autor MOHAMMED ABED/AFP or licensors
Direitos de autor MOHAMMED ABED/AFP or licensors
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Operação visou vários alvos do Hamas, diz exército israelita. A sul, bombardeamentos em Khan Yunis, fizeram centenas de vítimas.

PUBLICIDADE

Israel realizou, na noite de quarta-feira, uma incursão terrestre no norte da Faixa de Gaza.

Num vídeo partilhado pelo exército israelita, as imagens são descritas como um "ataque direcionado" com tanques a infraestruturas ligadas ao Hamas e outros pontos estratégicos, como parte dos preparativos "para as próximas fases do combate".

As Forças de Defesa acrescentam ainda que os soldados já "saíram da área e voltaram para o território israelita".

Ataques aéreos a Gaza durante a noite

Imagens de satélite mostram danos significativos resultantes dos bombardeamentos em várias áreas da Faixa de Gaza.

Já ao amanhecer foram vistos pelo menos dois foguetes sobre o enclave. Em Rafah, perto da fronteira com o Egito e por onde está a entrar a ajuda humanitária para a região, o fumo após os ataques ainda emanava dos escombros.

O porta-voz das Forças de Defesa de Israel (IDF), Daniel Hagari, anunciou que Israel atingiu mais de 250 alvos ligados ao Hamas em Gaza e que foram atingidos lançadores de rockets instalados em áreas civis.

No hospital indonésio em Beit Lahia, os médicos não têm mãos a medir para atender os feridos, após os ataques aéreos. De acordo o ministério da Saúde de Gaza, em 24 horas terão morrido 750 pessoas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Israel abre guerra à ONU pelas críticas de Guterres

Bombardeamentos israelitas terão matado 80 pessoas durante a noite na Faixa de Gaza

Primeiro-ministro israelita dissolve gabinete de guerra