Ataque israelita na Cisjordânia faz pelo menos oito mortos

Palestiniano caminha sobre escombros de edifício, na cidade de Tulkarem, Cisjordânia, após ataque israelita
Palestiniano caminha sobre escombros de edifício, na cidade de Tulkarem, Cisjordânia, após ataque israelita Direitos de autor Majdi Mohammed/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Exército israelita diz ter em marcha "atividades antiterroristas" no território palestiniano ocupado.

PUBLICIDADE

Pelo menos oito palestinianos foram mortos pelas forças israelitas, esta terça-feira, na Cisjordânia ocupada. Médicos e média locais dizem que sete perderam a vida em confrontos com soldados israelitas, durante um ataque na cidade de Tulkarem, perto da fronteira com Israel.

Os militares dizem estar a realizar "atividades antiterroristas" em várias cidades da Cisjordânia e que atuaram após a descoberta de "explosivos colocados em rotas para atacar as forças" de Telavive. Ainda de acordo com o exército, os suspeitos estavam armados e abriram fogo contra os militares.

Depois da incursão pela Faixa de Gaza e os constantes bombardeamentos ao território palestiniano, a defesa israelita está atenta a quaisquer sinais de uma extensão do conflito à Cisjordânia.

Num relatório apresentado na sexta-feira, o Gabinete de Coordenação dos Assuntos Humanitários da ONU (OCHA), registava desde 7 de outubro 168 palestinianos mortos pelas forças israelitas, além de outros oito por colonos judeus. 46 crianças estavam entre as vítimas mortais. Já os ataques palestinianos, acrescenta o documento, foram responsáveis pela morte de três israelitas.

O exécito estima que, desde o ataque do Hamas em Israel, foram feitas mais de 1400 detenções no território, excluindo Jerusalém Oriental. A maioria dos detidos são suspeitos de ligações ao grupo islamita.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Militar refém em Gaza dada como morta e sete palestinianos abatidos na Cisjordânia

ONU alerta para situação alarmante e urgente na Cisjordânia

Centenas de mortos em ataque a hospital de Gaza gera revolta na Cisjordânia