Líderes judeus receiam normalização dos crimes de ódio

Atos antissemitas aumentam na Europa
Atos antissemitas aumentam na Europa Direitos de autor Christophe Ena/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Segundo dados do Comissário do Governo Federal para a Vida Judaica, registaram-se mais de 2 mil e duzentos incidentes antissemitas na Alemanha até ao final de janeiro.

PUBLICIDADE

Os crimes de ódio contra os judeus aumentaram na Alemanha e em França desde os ataques do Hamas de 7 de outubro.

Segundo um estudo divulgado pelo Comissário do Governo Federal para a Vida Judaica, registaram-se mais de 2 mil e duzentos incidentes antissemitas na Alemanha até ao final de janeiro, um aumento de 320% em relação ao mesmo período do ano passado.

Os líderes judeus receiam que os crimes de ódio se tenham normalizado.

“O número de crimes antissemitas registados desde 7 de outubro de 2023 foi exatamente 2249, até 22 de janeiro. Uma parte significativa destes crimes não foi cometida pouco depois de 7 de outubro, mas semanas e meses mais tarde. O nível vergonhosamente elevado de atos antijudaicos tornou-se normalizado, de tal forma que desapareceu da consciência pública”, declarou Felix Klein, Comissário do Governo Federal para a Vida Judaica na Alemanha.

Em França, registou-se um aumento semelhante, com os números do Ministério do Interior a revelarem a existência de 1676 atos antissemitas desde outubro, um número igual ao que foi registado no conjunto dos três anos anteriores. Quase 60% desses incidentes foram ataques físicos e palavras ou gestos ameaçadores, de acordo com o relatório do ministério.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataque à faca em escola da Alemanha faz quatro feridos, dois com gravidade

Agricultores franceses mantêm protestos apesar de novas medidas do governo

Thomas Tuchel deixa Bayern de Munique no final da temporada