EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Primeiro contingente de tropas da Alemanha chega a Vilnius para reforçar flanco leste da NATO

O chefe do exército alemão acompanhado do Chefe das Forças Armadas da Lituânia e do Ministro da Defesa da Lituânia
O chefe do exército alemão acompanhado do Chefe das Forças Armadas da Lituânia e do Ministro da Defesa da Lituânia Direitos de autor Mindaugas Kulbis/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Mindaugas Kulbis/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Militares alemães farão parte de brigada que será criada em 2025 e deverá estar totalmente operacional até 2027.

PUBLICIDADE

O primeiro contingente de tropas alemãs chegou a Vilnius, capital da Lituânia, para reforçar a presença no flanco leste da NATO.

De acordo com o ministro da Defesa lituano, cerca de 150 soldados adicionais chegarão em outubro. Estes soldados farão parte de uma brigada que deve ser criada no próximo ano e deve estar totalmente operacional até 2027, explicou Laurynas Kasciunas.

A Rússia já manifestou alguma preocupação com o envio de tropas alemãs para um país vizinho e parceiro da NATO. 

O porta-voz do Kremlin disse que isso significaria "uma escalada de tensões, criando zonas de perigo" para a Rússia, que seria forçada, ressaltou Dmitri Peskov, a tomar medidas extraordinárias para garantir a segurança do país.

Para as autoridades alemãs, este é "um passo importante" para o exército, tal como afirmou o ministro da Defesa, Boris Pistorius, que estava com os soldados antes de partirem para Vilnius.

O destacamento de tropas para Vilnius está no topo das prioridades, dadas as preocupações crescentes sobre um potencial ataque de Moscovo, cujo enclave russo de Kaliningrado faz fronteira com a Lituânia, juntamente com a aliada Bielorrússia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Três alemães detidos por suspeitas de espiarem para a China

Lituânia fecha mais pontos de fronteira com a Bielorrússia, restam apenas dois

Parlamento alemão debate violência no país e condena ataque contra Robert Fico