EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Taís Pina dá ouro a Portugal no Grand Slam de Astana

Taís Pina venceu na categoria de -70 kg
Taís Pina venceu na categoria de -70 kg Direitos de autor IJF/Kulumbegashvili Tamara
Direitos de autor IJF/Kulumbegashvili Tamara
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A jovem judoca assume-se como uma promessa sólida, ao vencer a final feminina dos -70 kg. A participação nos Jogos Olímpicos ainda está em aberto.

PUBLICIDADE

O segundo dia do Grand Slam do Cazaquistão, em Astana, prometia proporcionar mais momentos de grande ação.

A cerimónia contou com atuações culturais e com o discurso de abertura do Vice-Primeiro-Ministro do Cazaquistão, Galymzhan Koishybayev, que afirmou: "O judo é legitimamente considerado como uma das formas mais populares e espetaculares de artes marciais. Este desporto tem um amplo desenvolvimento em todo o país. Atualmente, mais de 150.000 pessoas praticam judo no Cazaquistão. Expressamos uma gratidão especial à Federação Internacional de Judo (FIJ) pela confiança depositada no Cazaquistão para a realização deste torneio de classificação para os Jogos Olímpicos de Paris".

Houve ainda discursos de Vlad Marinescu, diretor-geral da FIJ e do Presidente da Federação de Judo do Cazaquistão, Kuanyshbek Yessekeyev. 

-63kg, (femininos)

A jovem Katarina Krišto, da Croácia, venceu a multimedalhada Andreja Leški, da Eslovénia e arrebatou o seu primeiro ouro num Grand Slam.

O ministro do Turismo e do Desporto do Cazaquistão, Yermek Marzhikpayev, entregou as medalhas.

Disse a vencedora, de 22 anos: "O Cazaquistão... a multidão é tão poderosa, tantas crianças, tantas pessoas. Aqui, as pessoas adoram judo e não estão apenas sentadas, torcem por nós, mesmo que não sejamos do país delas. Quando marcamos pontos, vivem esse momento connosco e eu adoro combater aqui!"

-73kg (masculinos)

O italiano Manuel Lombardo marcou waza-ari logo aos seis segundos, contra Danil Lavrentev e aguentou o resultado, para garantir o seu 4º Grand Slam de ouro.

A medalha foi entregue pelo vice-primeiro-ministro do Cazaquistão, Galymzhan Koishybayev.

Disse o judoca: "É estranho, acho que sou mais popular no Cazaquistão do que em Itália. Na minha própria cidade, nem os meus vizinhos me conhecem, por isso é estranho, mas é uma sensação boa. Adoro o Cazaquistão, por isso é muito bom lutar aqui e estou muito contente por o público ter gostado do meu judo".

-70kg (femininos)

A júnior Taís Pina, de Portugal, defrontou a croata Lara Cvjetko, medalhada nos mundiais, e marcou ippon, graças a um ura-nage,conseguindo afirmar-se na cena sénior.

As medalhas foram entregues pelo Presidente da Federação de Judo do Cazaquistão, Kuanyshbek Yessekeyev. 

-81kg (masculinos)

A final da categoria assistiu ao regresso de Sharofiddin Boltaboev, que defrontou o alemão Timo Cavelius. O uzbeque controlou a a prova e venceu o adversário com um enorme ura-nage para waza-ari.

A medalha foi-lhe entregue pelo diretor executivo da Samruk-Kazyna, Nurlan Zhakupov. 

Neste segundo dia, o público deliciou-se com a ação, não só nas finais, como em todas as eliminatórias sempre recheadas de grandes momentos.

Marcamos encontro para este domingo, para o último dia do Grand Slam de Astana.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Arrancou o último Grand Slam antes dos Mundiais e Jogos Olímpicos

Titãs do tatami no terceiro dia do Grand Slam de judo de Duxambé 2024

Segundo dia do Grand Slam de judo de Duxambé 2024