Refugiados fumam mais e ajudam setor do tabaco na Alemanha

Refugiados fumam mais e ajudam setor do tabaco na Alemanha
De  Ricardo Figueira com Bloomberg
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Na Alemanha, há um setor da economia que está a esfregar as mãos de contente com a chegada dos refugiados sírios: Adivinhe qual é...

PUBLICIDADE

Na Alemanha, há um setor da economia que está a esfregar as mãos de contente com a chegada dos refugiados sírios. Adivinhe qual é trata-se da indústria do tabaco.

Isto porque o consumo de tabaco na Alemanha tem vindo a cair muito, nos últimos anos, enquanto os sírios fumam muito mais: Em média, mil cigarros anuais por pessoa. 48% dos homens sírios fumam.

A chegada de 800.000 refugiados à Alemanha pode significar um aumento das vendas na ordem dos 810 milhões de cigarros anuais, ou 1%.

No entanto, o fraco poder de compra pode fazer com que se virem, sobretudo, para o tabaco de contrabando ou contrafeito.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Inflação alimentar na Europa: Quais são os países mais afetados?

Alemanha apresenta novo plano para reduzir os preços da eletricidade

Desigualdade na Europa: Quais são os países com maior e menor rendimento?