EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Roubo informático custa 81 milhões de dólares ao Banco Central do Bangladesh

Roubo informático custa 81 milhões de dólares ao Banco Central do Bangladesh
Direitos de autor 
De  Patricia Cardoso com Reuters, EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O governo do Bangladesh teceu duras críticas ao banco central do país, alvo de um dos maiores roubos cibernéticos da história. O ministro das

PUBLICIDADE

O governo do Bangladesh teceu duras críticas ao banco central do país, alvo de um dos maiores roubos cibernéticos da história.

O ministro das Finanças prepara-se para uma importante declaração e disse-se “profundamente entristecido” por não ter sido informado mais cedo do roubo.

No início de fevereiro, os piratas informáticos transferiram 81 milhões de dólares, da conta da instituição na Reserva Federal norte-americana, para casinos nas Filipinas.

Os piratas só não roubaram mais porque se enganaram a escrever “foundation”, fundação em inglês. O erro alertou as autoridades bancárias, que bloquearam a transferência de mais 850 milhões de dólares.

O Bangladesh poderá levar meses para recuperar o dinheiro. O executivo ameaçou processar a Reserva Federal norte-americana, mas esta rejeita qualquer crítica.

A oposição pede a demissão do governador do banco central e as autoridades tentam saber como é que os piratas entraram no sistema.

Nas Filipinas, a investigação centra-se nas contas envolvidas nas transferências e já há suspeitos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alternativa ao lítio: Pode o manganésio substituir as baterias de lítio dos veículos elétricos?

Banco Central Europeu corta taxas de juro em linha com as expetativas do mercado

Riqueza das nações: o fosso cada vez maior entre ricos e pobres na Europa