EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Fusão entre a London Stock Exchange e a Deutsche Börse está em risco

Fusão entre a London Stock Exchange e a Deutsche Börse está em risco
Direitos de autor 
De  Patricia Cardoso com Reuters, Ansa, EFE
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A fusão entre a London Stock Exchange (LSE) e a Deutsche Börse está fortemente comprometida.

PUBLICIDADE

A fusão entre a London Stock Exchange (LSE) e a Deutsche Börse está fortemente comprometida. A gestora da bolsa londrina recusa vender os 60% que detém na plataforma eletrónica de corretagem italiana MTS, como exige a Comissão Europeia.

A bolsa londrina considera o pedido “desproporcional”. Nesta situação, a LSE reconhece que será difícil ter a luz verde de Bruxelas ao negócio, avaliado em 29 mil milhões de euros.

#London#StockExchange mega-merger with #DeutscheBoerse could be called off https://t.co/VpJJhJvxJp

— Victorstone Property (@VictorstoneEA) 27 de fevereiro de 2017

Analista de mercado no City Index, Ken Odeluga adianta: “A quantidade de condições a respeitar tem vindo a crescer a um tal ponto que começam a ver que o negócio é insustentável. A gota de água foi a exigência suplementar da autoridade da concorrência europeia sobre a plataforma de corretagem de obrigações, sediada em Itália”.

A fusão visava criar a maior bolsa da Europa e seria uma ponte financeira entre o Continente e o Reino Unido, mas os obstáculos acumulam-se. Com a vitória do Brexit no referendo britânico de junho, os políticos alemães exigem que a sede da futura entidade seja em Frankfurt e não em Londres.

#Germans demand #London#StockExchange moves group headquarters to #Frankfurthttps://t.co/SlRc33iJ3c via telebusiness</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/financial?src=hash">#financial</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/Brexit?src=hash">#Brexit</a></p>&mdash; Efficace Group - ECG (efficacenews) 4 de fevereiro de 2017

Bruxelas anuncia a decisão a 3 de abril, mas no passado já bloqueou quatro projetos de fusão no setor bolsista. O último remonta a 2012, entre a Deutsche Börse e a NYSE Euronext, no valor de 17 mil milhões de dólares.

Esta segunda-feira, devido ao anúncio da LSE, as ações registavam uma forte queda.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Acionista da LSE aprovam fusão com Deutsche Börse

É provável que os preços do café continuem a subir devido às "terríveis" regras da UE

Mercados recuperam na expectativa de que a extrema-direita não vencerá segunda volta em França